Em tempos de crescimento expressivo do mundo online — e, por extensão, do marketing digital —, é comum surgir o pensamento de que as ações off-line caíram por terra. Mas trata-se de uma ideia equivocada, já que não há uma competição entre esses dois "universos".

O que temos visto é uma confluência de estratégias e potencialidades que, juntas, levam a ótimos resultados. A chamada comunicação integrada, além de unir atuações de diversos campos, criou uma área de interseção entre o mundo real e o digital.

Uma esfera está tão entranhada à outra que as ações se confundem entre online e off-line. E esse vínculo é o que embasa as estratégias mais bem-sucedidas da atualidade.

Tradicionalmente, a comunicação off-line é classificada como aquela que acontece fora do ambiente digital, como em outdoors, revistas, televisão e, claro, na comunicação interpessoal. Já o digital está relacionado aos recursos da internet, como sites, mídias sociais, vídeos ao vivo e SEO.

Entretanto, o avanço da tecnologia e do acesso à internet em todo o globo transformou o comportamento das pessoas — e é como se os dois mundos estivessem fundidos. Por isso, separamos alguns exemplos que mostram como a efetividade de um plano de comunicação cresce quando ele se baseia em ações online e off-line. Acompanhe!

Ações promocionais

As ações promocionais podem ser realizadas face a face, como ocorre com a panfletagem, a entrega de brindes e a blitz. E outra possibilidade é promovê-las de maneira integrada, com um ambiente amparando o outro.

Uma campanha para o sorteio de prêmios, por exemplo, pode começar com a compra de produtos no supermercado, seguir com o cadastro online e ser finalizada com o sorteio na televisão.

Podemos observar essa atuação no avião de prêmios da P&G (Procter e Gamble) e em uma ação recente da marca “Quem disse, Berenice?”. Nela, as embalagens usadas eram trocadas por novos produtos, sendo que as inscrições foram feitas apenas pelo site da empresa.

Eventos de diversas modalidades

Os eventos são grandes oportunidades para entrar em contato com o cliente e gerar negócios. Mesmo com as ferramentas de webinar, por exemplo, a interação face a face ainda é uma das estratégias mais sólidas de comunicação com os públicos de uma marca.

Seja um show, uma feira, palestra, convenção ou outro tipo de evento: unir esforços com o marketing digital é um passo à frente no sucesso da realização. No pré-evento, é possível contar com o ambiente online para ações como:

  • divulgação intensiva;

  • geração de valor;

  • localização do público de interesse;

  • realização de inscrições (já que é bem mais prático inscrever-se em um site).

Já durante o evento, as redes sociais são grandes aliadas para a cobertura. Fotos com hashtags específicas, posts e comentários sobre a experiência são práticas comuns, que, além de ampliarem a visibilidade da empresa (e do próprio evento), fortalecem a marca.

É de praxe trocar cartões de visita e conhecer pessoas promissoras para os negócios nessas ocasiões. Acontece que muitas dessas conexões morrem ali mesmo. Porém, quando se conta com ferramentas do universo online, é possível levar tal contato adiante.

Essas pessoas se tornam leads. E, por meio do contato digital, são estabelecidos laços com o cliente, sendo possível nutri-lo com conteúdos relevantes, informações e diálogo.

Relacionamento com o público

O relacionamento com o consumidor é imprescindível para manter uma marca viva no dia a dia, despertar (e preservar) a admiração dele e fidelizá-lo. Seguramente, organizações que se relacionam melhor com o público são donas de receitas mais altas.

Além disso, estamos vivendo a era da experiência, cuja principal estratégia é proporcionar vivências agradáveis e marcantes para o cliente. E, para satisfazer suas preferências e expectativas, é imprescindível conhecê-lo bem.

A internet disponibiliza recursos para a obtenção de dados e informações acerca dos públicos, aproximando marcas e consumidores. Isso serve como base para todo o plano de comunicação integrada e é favorecido pela possibilidade de feedbacks instantâneos e diretos.

Prospecção de novos clientes

O "olho no olho" é fundamental para o entrosamento entre o vendedor e o cliente — e, pela natureza do ser humano, isso vai perdurar por muito tempo. A ideia para a prospecção é tornar esse contato mais consistente, gerando condições para que uma conversa inicial se transforme em uma conexão e, consequentemente, em negócios.

Aliada fortíssima do setor de vendas, a comunicação integrada abre portas para uma estratégia completa de atração e nutrição do cliente. Com o levantamento de dados estatísticos, comportamentais e geográficos que a tecnologia digital oferta, o trabalho de encontrar pessoas interessadas pelo seu produto ou serviço é amplamente otimizado.

Não é necessário bater de porta em porta: as plataformas digitais o direcionam exatamente para onde estão seus prospects. Sem entrar na parte técnica, podemos dizer que os algoritmos fazem uma leitura tática do perfil do público e o "apresentam" a pessoas com as mesmas características da empresa. Bem mais eficiente, não é mesmo?

Bônus: lembre-se de que a coerência é fundamental na comunicação integrada

A integração entre a comunicação online e off-line precisa ter como alicerce o alinhamento com a essência da marca. Seja face a face, seja em um e-mail marketing, o consumidor deve sentir que está se relacionando com a mesma empresa.

Nada de seguir uma linguagem séria no atendimento ou no folder, mas ser engraçado e descontraído nas redes sociais. Pense na companhia como uma pessoa. Ela deve ter o mesmo tom de voz, a mesma postura e os mesmos valores em todos os ambientes que frequenta.

Assim também ocorre com as organizações. Portanto, seja coerente com a essência e a identidade corporativa em todos os pontos de contato com o público.

A comunicação integrada, que considera todos os braços da comunicação e do marketing, ganha espaço a cada dia. As grandes instituições já deram início a essa prática, mas trata-se de uma estratégia recomendada para todos os portes e segmentos empresariais, até mesmo para os mais específicos (como advocacia, agricultura e educação).

Com as dicas deste post, certamente sua estratégia vai ficar ainda mais consistente e capaz de gerar resultados. Que tal compartilhar nosso conteúdo em suas redes sociais e ajudar a disseminar as vantagens da comunicação integrada? Até a próxima!