No marketing digital, existe uma série de oportunidades para investimento em mídia, com modalidades acessíveis e eficientes para empresas de todos os tipos e tamanhos. A possibilidade de investir em divulgação digital permite alcançar bons resultados mesmo com orçamentos limitados.

E isso vale para companhias de variados portes e nichos de mercado — inclusive com foco no marketing do setor agrícola. Tal fato chama a atenção de executivos e empreendedores espalhados pelo mundo.

Mas como fazer um investimento em mídia de forma eficaz e relevante para o negócio? Há informações importantes para você entender melhor este cenário e dar os primeiros passos sem grandes problemas. Continue lendo e aprenda a explorar o potencial das mídias digitais para a comunicação de empresas do setor agropecuário!

Defina metas e indicadores de desempenho

Como alcançar um objetivo que nem existe? Quando se trata de investimento em mídia, traçar metas não é apenas importante, mas sim indispensável. Utilize os indicadores-chave de desempenho, ou KPIs (Key Performance Indicators), para medir se suas campanhas de marketing digital estão trazendo os resultados esperados.

Cada investimento precisa ter seus objetivos bem definidos e traduzidos em KPIs. A ideia é conseguir mais visitas em um site? Vendas no e-commerce? Captação de contatos para prospecção?

O ideal é que os indicadores sejam de fácil compreensão a todos. Assim, cada ação realizada no negócio, de marketing ou não, deve estar focada nesses indicadores. Isso faz com que todos estejam alinhados nos mesmos objetivos, trazendo mais foco e objetividade à atuação do time.

A partir desses objetivos é que se começa o planejar como será feito o investimento em mídia. Neste sentido, realmente os fins justificam os meios (agindo sempre com ética e dentro das leis, é claro).

Planeje o investimento em mídia

Uma vez que as metas estão definidas e materializadas em forma de KPIs, é hora de partir para o planejamento do investimento em mídia. Você pode optar por traçar planos para uma campanha apenas, para um trimestre ou para um semestre, desde que faça isso com certa antecedência.

Porém, é recomendado preparar um planejamento anual de mídia, pois, desta forma, é possível considerar vários fatores, como a sazonalidade do negócio e as particularidades dos produtos e serviços em relação às épocas do ano. Além disso, é possível ter uma visão mais abrangente do orçamento disponível e distribuí-lo ao longo do ano como for mais conveniente.

Avalie os canais e as ações a serem realizadas a partir dos objetivos, levando em conta o perfil e os hábitos do público-alvo, além das características específicas do produto ou serviço. Alinhe tudo isso às estratégias de vendas e ao posicionamento da marca. Temos, por fim, um planejamento de investimento em mídia!

Se tudo isso parecer muito complicado, fique tranquilo. Coloque no papel sua ideia de investimento a cada trimestre e, depois, vá detalhando as ações de acordo com as datas mais importantes. Esse é um excelente começo!

Comunique e alinhe as informações

Seja uma pequena empresa ou uma grande companhia multinacional, é preciso informar a todos sobre as ações e estratégias de investimento em mídia online. Dessa maneira, não haverá rupturas causadas pela falha de comunicação entre os membros do time.

Suponhamos que determinada ação promocional, veiculada em forma de links patrocinados, por exemplo, ofereça condições especiais para o cliente. Se uma pessoa entra em contato com a equipe de atendimento para saber mais informações e ninguém sabe do que se trata, o impacto negativo pode anular o investimento que está sendo feito.

Isso fará com que o possível consumidor desista de fazer a compra. E esta é apenas a ponta do iceberg que pode surgir quando as informações não estão bem alinhadas internamente em uma empresa. Portanto, é preciso cuidar da comunicação com muita seriedade, para garantir a eficácia do investimento em mídia.

Faça testes e ajustes de estratégias

Algo que deve ser constante no marketing digital é o hábito de fazer testes que permitam otimizar o investimento em mídia. Existem várias modalidades, mas a mais comum é o chamado “Teste A/B”.

O objetivo dessa avaliação é gerar duas variações daquilo que se quer testar — um banner, por exemplo. A variação deve ser simples, para que você saiba o que funcionou melhor: no caso do banner, digamos que o texto foi mantido, mudando-se apenas uma imagem.

Defina um período razoável para os dois serem veiculados ao mesmo tempo (30 dias, talvez) e, depois, compare os indicadores para definir o ganhador. Quem teve mais cliques? Melhor taxa de conversão? Mais conversões no total? Melhor CPA (Custo por Aquisição)?

A variação vencedora continua sendo veiculada. Agora, é feita uma nova versão, baseada nos resultados anteriores sobre o que funciona melhor ou não, e começa-se uma nova bateria de testes.

Esse e outros modelos de testes servem para otimizar seu investimento, colher informações que permitem o ajuste de estratégias e melhorar o desempenho de cada uma delas progressivamente. Portanto, não abandone tais rotinas!

Monitore e acompanhe os resultados

Não deixe para verificar como anda o seu investimento só na hora que ele terminar. Acompanhe constantemente a evolução de suas campanhas para saber se é hora de mudar de rumo, intensificar as ações ou, até mesmo, abandonar uma ideia que parecia boa, mas não está trazendo um bom retorno.

Relatórios com os KPIs e um resumo das interações com o público já fornecem informações ricas o suficiente para você acompanhar adequadamente os resultados do investimento feito em mídia.

Cálculo do ROI

O ROI é o indicador que mais resume os resultados que se espera alcançar com um investimento em mídia. Isso porque ele se refere exatamente a quanto dinheiro foi obtido a partir da verba investida.

O Retorno sobre Investimento — ou Return on Investment, em inglês — é exatamente isso. Para cada Real investido, quanto foi recebido? Existe uma fórmula simples para o cálculo:

ROI = lucro – custo / custo

Exemplo: você investiu R$ 500 em uma campanha de mídia que resultou em R$ 1.500 em vendas no site. Então, R$ 1.500 - R$ 500 / R$ 500 = ROI 2.

Se você quiser calcular o ROI em porcentagem, basta multiplicar o resultado por 100. Neste caso, o retorno seria de 200% sobre o valor investido.

Resumindo, o ROI é o principal KPI a ser alcançado por meio de outros indicadores, como o volume de vendas, o ticket médio e outros. Tenha isso em mente ao definir as demais métricas a serem acompanhadas em suas campanhas.

Quer saber mais sobre como fazer um investimento em mídia de forma eficiente? Entre em contato conosco. Temos as melhores soluções para garantir um excelente aproveitamento de seu investimento dentro do perfil e das características do negócio!